quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Dom Wagner deve receber alta nos próximos dias


“Dom Wagner está se recuperando muito bem, com a graça de Deus. Segundo informações da equipe médica, ele deve receber alta do hospital Cristo Rei dentro de quatro ou cinco dias. Porém, ele vai precisar de mais algum tempo de convalescença em Roma, conforme disseram os médicos. Eu peço a todos para que continuem rezando pela saúde do nosso bispo”. Estas foram palavras do padre Antônio Ailson Aurélio, que é da diocese de Guarapuava e trabalha em Roma, sobre o bispo, Dom Antônio Wagner da Silva, na tarde desta quinta-feira, dia 01 de fevereiro de 2018.

Dom Wagner, que participava de um encontro de sua congregação, os Dehonianos, na capital italiana, foi internado naquela cidade no dia 25 de janeiro último, devido a uma complicação de pneumonia.

O estado de saúde do religioso se agravou e ele precisou ficar na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), daquele hospital por quatro dias. No dia 30 de janeiro, terça-feira, Dom Wagner foi levado ao quarto do hospital onde permanece internado até o momento.

De acordo com boletim médico, Dom Wagner, desde o início da internação, reagiu muito bem aos medicamentos e aos cuidados e, por isso, os resultados de sua recuperação são satisfatórios.

Mesmo depois de ter saído da UTI, o uso do oxigênio foi mantido para auxiliar na respiração do bispo.

SOBRE O BISPO

Dom Antônio Wagner da Silva nasceu no dia 25 de março de 1944, na cidade de Luz, em Minas Gerais. Foi ordenado padre no dia 11 de dezembro de 1971, pela congregação Sagrado Coração de Jesus (SCJ) e nomeado bispo em 29 de março de 2000 quando passou a atuar como bispo-coadjutor, em Guarapuava. Depois da aposentadoria de Dom Giovanni Zerbini, Dom Wagner tornou-se bispo diocesano e atua até hoje à frente da Igreja Particular. Seu lema episcopal é: “Sint Unum”. (Que todos sejam um).

Nenhum comentário:

Postar um comentário