sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Diretor do Depen confirma presídio com 500 vagas em Guarapuava


O diretor do Departamento Penitenciário do Paraná Luiz Alberto Cartaxo Moura confirmou à Rádio Cultura que um Centro de Triagem com mais de 500 vagas será construído na cidade ainda em 2018. Segundo ele, será utilizada uma tecnologia de construção modular, que permite a realização da obra em poucos meses. A nova unidade penitenciária será construída próximo da PIG e Crag, na região do Condomínio Industrial. O valor previsto é de R$ 25 milhões.

“Nesta semana o engenheiro da Sesp estará fazendo as primeiras verificações sobre a viabilidade de projeto no terreno que está sendo disponibilizado e tão logo isso se conclua nós faremos o processo de aquisição das penitenciárias modulares, que estão prontas na fábrica”, disse o diretor à Rádio Cultura.

Segundo ele, as estruturas do prédio são fabricadas em uma indústria e chegam prontas ao local de instalação. “Basta transportá-las e instalá-las na base construída no terreno”, explicou. O prazo de execução da obra é de quatro meses.

Parte do terreno que deve ser utilizado para obra já pertence ao estado. A proposta é que a prefeitura transfira uma área de uma rua projeta na região para completar a área necessária. Além disso, o setor de engenharia da Secretaria de Estado de Segurança Pública Administração Penitenciária deve confirmar se o local atende as condições necessárias.

Esse mesmo sistema de construção, chamado Siscopen (Sistema Construtivo Penitenciário), que será utilizado em Guarapuava já tem obras concluídas e em uso em outros estados brasileiros. No Paraná outra unidade semelhante está construção no complexo de Piraquara. 

“É um sistema de construção de penitenciárias modulares, a agilidade de construção é muito grande, tem dispensa de licitação porque o tipo de concreto e sistema construtivo é exclusivo dessa empresa, eles tem patente, o que facilita para o estado, porque é uma aquisição direta”, esclareceu Cartaxo.

Não se trata de celas modulares – chamadas shelters, que foram instaladas em outras cidades do estado.

Outras três penitenciárias semelhantes serão construídas em todo estado. O valor orçado é de R$ 85 milhões para quatro obras no Paraná.

Nenhum comentário:

Postar um comentário