segunda-feira, 13 de novembro de 2017

PRF apreende R$ 2,8 milhões em cigarros no final de semana no Paraná

Em uma das ocorrências, um motorista tentou subornar os policiais com R$ 7 mil; cinco pessoas foram presas e mais de 550 mil carteiras apreendidas.
Vídeo:


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu mais de 550 mil carteiras de cigarro avaliadas em R$ 2,8 milhões durante o final de semana no Paraná. Ainda, cinco motoristas foram presos e três carros roubados recuperados; Um dos motoristas foi preso por tentar subornar os agentes com R$ 7 mil.

Desde o final da tarde de sexta-feira (10) e o início da madrugada de segunda-feira (13), a PRF apreendeu mais de 550 mil carteiras de cigarros contrabandeados em operações em diversas regiões do estado. Monetariamente, os cigarros estão avaliados em cerca de R$ 2,8 milhões.

Na sexta-feira (10), por volta das 15h30, em Capitão Leônidas Marques, na BR-163, agentes da PRF ordenaram a parada de um Fiat Palio de Caxias do Sul-RS, que desobedeceu a ordem e foi perseguido. Alguns quilômetros a frente, o veículo foi parado e, durante a vistoria, os policiais encontraram cerca de seis mil carteiras de cigarros contrabandeados. O motorista disse que estava transportando a carga ilícita de Foz do Iguaçu para Caxias do Sul-RS. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Federal em Cascavel.

Ainda na sexta-feira, por volta das 18h, em Céu Azul, na BR-277, agentes da PRF encontraram abandonado um GM Monza, carregado com cerca de 3.600 carteiras de cigarros contrabandeados, que foram apreendidas e encaminhadas para a Receita Federal, em sua unidade na Operação Muralha, em São Miguel do Iguaçu.

No mesmo dia, por volta das 18h50, em Santa Terezinha do Iguaçu, policiais rodoviários federais abordaram um caminhão carregado com cerca de 125.000 carteiras de cigarros contrabandeados. Na nota fiscal apresentada pelo motorista, era apresentada uma carga de celulose que seguiria para Guaíba-RS, mas na verdade, a carga de cigarros, segundo o motorista preso, iria para Chapecó. O motorista, a carga e o caminhão foram encaminhadas para a Polícia Federal em Foz do Iguaçu.

No início da madrugada de sábado (11), em Marialva, na BR-376, agentes da PRF, em conjunto com agentes da Polícia Federal, abordaram um caminhão carregado com cerca de 350.000 carteiras de cigarros contrabandeados. Quando o motorista recebeu ordem de prisão em flagrante, ofereceu R$ 7 mil aos agentes para o liberarem, quando foi preso, também, a pessoa que trouxe o dinheiro e fazia o trabalho de batedor do contrabando. O motorista disse que a carga seria entregue em Londrina. Na vistoria, os policiais encontraram rádios comunicadores clandestinos no caminhão e no veículo batedor. Ambos foram presos e encaminhados à Polícia Federal em Londrina.

Ainda no sábado, em Capanema, na BR-163, por volta das 6h, policiais rodoviários federais deram ordem de parada a um GM Astra, mas o motorista fugiu em alta velocidade, chegando a alcançar velocidades de até 190 km/h, em pista simples. Após perseguição ao veículo por cerca de 26 quilômetros, o motorista perdeu o controle do carro, colidiu em um barranco e capotou, espalhando a carga de cigarros pela rodovia. Os agentes conseguiram retirar o motorista do veículo e, em razão do acidente, encaminharam-no até o hospital, que após consulta, foi liberado e em seguida, preso em flagrante pelo transporte de cerca de 19.500 carteiras de cigarros contrabandeados. Diante dos fatos, o motorista, o veículo e o material apreendido foram encaminhados para a Polícia Federal em Cascavel.

Pela manhã do sábado (11), às 9h45, equipes da PRF estavam em busca de um veículo em atitude suspeita, na cidade de Céu Azul, quando o avistaram dentro da cidade. Assim que o motorista do veículo, um GM Cruze, avistou a viatura da PRF, mudou de direção. Quando os agentes encontraram o carro, ele estava com as portas abertas e abandonado. Dentro, estavam cerca de 20.000 carteiras de cigarros contrabandeados. O motorista não foi encontrado. Os policiais constataram que o carro havia sido roubado em Criciúma em 25 de março de 2017. O material foi apreendido e encaminhado à Receita Federal, em sua unidade na Operação Muralha, em São Miguel do Iguaçu.

Ainda pela manhã de sábado, por volta das 11h, em São Miguel do Iguaçu, agentes da PRF em ronda pela Estrada Beira Parque, visualizaram um Honda City, que mudou de direção abruptamente quando viu a viatura da PRF. Após perseguição, por cerca de 10 quilômetros, o motorista abandonou o carro e seguiu em direção ao interior da mata do Parque Nacional do Iguaçu, não sendo encontrado. No veículo, que possuía indícios de adulteração, foi encontrada grande quantidade de cigarros paraguaios, que foram lacrados e encaminhados à Receita Federal.

No domingo (12), em Guaíra, na BR-272, por volta das 14h30, a PRF abordou um Ford Fiesta, que transitava com velocidade superior ao permitido. Em vistoria, os agentes encontraram cerca de 3.300 carteiras de cigarros contrabandeados dentro do carro, que era ocupado por duas mulheres. A ocorrência foi encaminhada para a Receita Federal de Guaíra.

No início da madrugada de segunda-feira (13), agentes da PRF deram ordem de parada a um Hyundai Santa Fé em Céu Azul, na BR-277, sendo que o condutor fugiu. Após perseguição, o motorista parou o carro e fugiu para uma mata numa plantação às margens da rodovia, não sendo localizado. No veículo abandonado, os policiais encontraram cerca de 30.000 carteiras de cigarros paraguaios, que foram encaminhados para a Receita Federal em Foz do Iguaçu. Os policiais constataram que o carro era roubado.

Texto: Maciel Jr - PRF
Fotos: PRF

Nenhum comentário:

Postar um comentário