sábado, 4 de novembro de 2017

Mãe de 98 anos muda-se para asilo para cuidar do filho de 80



O homem, que nunca se casou e sempre morou com a mãe, teve de ir para a casa de repouso Moss View em 2016 quando precisou de mais cuidado e apoio diários.

Pouco mais de um ano depois, Ada decidiu se juntar a ele para que ficassem mais próximos e ela pudesse cuidar dele também.

"Eu dou boa noite para Tom no quarto dele todas as noites. Depois, vou e dou bom dia e digo que vou descer para o café da manhã", contou Ada para o jornal Liverpool Echo.

"Quando eu saio para ir ao cabeleireiro, ele vai ver quando estarei de volta. Quando eu chego, ele vem até mim com os braços estendidos e me dá um grande abraço. Você nunca deixa de ser mãe", diz a mulher.

Tom afirma que a equipe da casa de repouso é muito boa e ele fica feliz em ver a mãe mais vezes agora que ela mora lá. "Ela é muito boa cuidando de mim. Às vezes ela diz 'comporte-se!'", conta o filho. Ada e o falecido marido, Harry, tiveram quatro filhos: Tom, Barbara, Margi e Janet, mas esta última morreu quando tinha 13 anos.

A neta de Ada, Debi Higham, e outros membros da família são visitantes regulares no asilo e estão felizes que mãe e filho possam estar juntos novamente. "Não há separação para eles. É reconfortante para nós que eles cuidam um do outro 24 horas por dia", diz.

Philip Daniels, gerente da casa de repouso, admira a união dos dois. "É muito emocionante ver a estreita relação que os dois compartilham, e estamos satisfeitos que pudemos atender às necessidades deles", afirmou.

"É muito raro ver mãe e filho juntos na mesma casa de repouso e nós certamente queremos fazer desse tempo deles o mais especial possível. Eles são inseparáveis", declarou Daniels.

Fonte: Estadão

Nenhum comentário:

Postar um comentário