quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Eleitores de Nova Fátima e Primeiro de Maio escolhem prefeito e vice neste domingo



De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), o comparecimento do eleitor e o atendimento às convocações para mesários são obrigatórios nas eleições suplementares.

O eleitor que deixar de comparecer às urnas deverá justificar a ausência em qualquer cartório eleitoral até 5 de outubro.

Em Nova Fátima, o candidato mais votado em outubro de 2016, Dr. José Ali Mehanna (PSB), teve a candidatura indeferida por se enquadrar na Lei da Ficha Limpa.

O novo pleito de Primeiro de Maio foi determinado após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manter decisão do TRE-PR que considerou inelegível Mário Casanova (PP), o candidato mais votado na eleição de outubro.

A candidatura de Casanova foi impugnada porque ele foi condenado em uma ação de improbidade administrativa e porque se filiou ao partido fora do prazo previsto em lei.

Segundo o TRE-PR, os candidatos que levaram à anulação do pleito de outubro de 2016 não puderam participar da nova eleição.

Nova Fátima

Mais de 6,9 mil eleitores de Nova Fátima estão habilitados para votar no pleito suplementar.

Disputam a prefeitura Roberto Carlos Messias (PTB), conhecido como Carlão Messias, Mário Sérgio dos Santos (PPS), conhecido como Marinho dos Santos, Sidney Roque da Silva (Pode), conhecido como Professor Ney Roque, e José Ricardo Ceruli Marinho (DEM), conhecido como Zé Ricardo.

Primeiro de Maio

Em Primeiro de Maio, mais de 8,5 mil eleitores devem voltar às urnas neste domingo.

Eles vão escolher entre quatro candidatos: Bruna Casanova (PP), Eziquiel de Araújo (Pode) conhecido como Eziquiel do Banco, Elizeu de Souza (PPS), conhecido como Ligeirinho, e Paulo Fernandes Júnior (PSDB), conhecido como Paulinho da Informática.

Veja o calendário das eleições suplementares nas duas cidades:

6 de agosto: eleições

11 de agosto, até as 19h: prazo limite para a prestação de contas das candidaturas

até 25 de agosto: diplomação dos prefeitos e vices eleitos.

Fonte: G1 - PR

Nenhum comentário:

Postar um comentário