sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

DISPARO DE ARMA DE FOGO/ ROUBO/ PORTE ILEGAL DE ARMA BRANCA



A respeito do fato ocorrido no Bairro Conradinho, em Guarapuava, na data de 16/02 envolvendo policiais militares em serviço, o 16º Batalhão da Polícia Militar informa que:

Conforme Boletim de Ocorrência confeccionado e levantamentos iniciais,por volta das 07h, na Rua das Videiras, Bairro Conradinho, uma equipe policial militar foi acionada via 190 para prestar atendimento de ocorrência de roubo que estaria acontecendo naquele momento. Segundo a vítima que também era solicitante, um indivíduo teria arrombado a porta de sua residência e estava de posse de uma faca, de forma extremamente exaltada, exigindo dinheiro. Uma equipe policial militar chegou no local onde o autor se encontrava, o qual tentou por várias vezes atingir a face do policial militar com a faca. Por diversas vezes foi tentado dialogar com o indivíduo, o qual se apresentava extremamente exaltado e agressivo. Foi solicitado apoio de outras equipes policiais no intuito de resolver a situação, porém o autor se evadiu para dentro de um dos cômodos da residência, momento em que as equipes adentraram e foram surpreendidas pelo autor que se utilizou de um colchão para bloquear a passagem dos policiais, e na sequência saindo de trás do mesmo, investindo contra os policiais de posse da faca, onde um dos policiais, a fim de impedir que fosse atingido pelos golpes da faca, realizou um disparo em direção a perna do autor, porém tal disparo não cessou a injusta agressão, sendo necessário efetuar mais disparos que o neutralizaram. De imediato foi acionado o SAMU para prestar o atendimento médico, sendo que logo em seguida foi atestado o óbito pelo médico do SAMU Foram acionados todos os órgãos competentes, IML, Criminalística e Polícia Civil. O policial, autor dos disparos, se apresentou espontaneamente no 16° BPM para confecção da documentação pertinente.
Seguindo orientação da corregedoria, toda a documentação pertinente será encaminhada para apreciação do comando, sendo instaurados procedimentos administrativos, IPM, visando maiores esclarecimentos dos fatos e apurar a ação.

Fonte: 16º BPM

Nenhum comentário:

Postar um comentário