sábado, 12 de março de 2016

17 Motivos para Comprar na Cidade de Turvo



O desenvolvimento local depende do desenvolvimento do comércio local. Quanto mais favorável o mercado estiver para fortalecer os negócios locais, mais longe o empreendedor pode ir. Por isto é tão importante o papel das Associações Comerciais e Empresariais principalmente nas cidades menores e paras as micro e pequenas empresas.

Tradicionalmente, entre as diversas ações, as ACE’s realizam as campanhas de incentivo ao comércio local, que além de incentivar o consumo através do sorteio de prêmios, deve levantar o debate da importância da concentração do comércio dentro da cidade. Quando os consumidores ajudam os negócios da cidade a crescer, toda a economia cresce junto.

E este assunto se torna ainda mais importante em momentos de crise, como o que vivemos atualmente. Comprar no comércio local é um ato para transformarmos nossa própria realidade.

A seguir, vou listar 17 motivos para você concentrar seus negócios na cidade de Turvo:

1. Porque a empresa está perto de você – As relações pessoais têm um significado especial quando se trata do dia a dia de uma pequena cidade. O contato direto com os proprietários e funcionários da empresa local fortalece as relações entre vizinhos, tornando-os centros receptivos e disseminadores de informações, lugares para se reunir e conversar. Ir até a loja é sempre uma grande oportunidade para saber as notícias do momento. Os pequenos negócios são também canalizadores de ações de cidadania e pagamentos, facilitando a vida dos setores sociais importantes com acesso limitado aos grandes negócios, como pessoas sem um veículo e os idosos. Este relacionamento diferenciado deve ser considerado no momento de decidir onde comprar.

2. Você nem precisa de carro para ir fazer compras - A padaria da esquina, os mercados, a borracharia, a lanchonete, a loja de calçados e uma infinidade de outros produtos e serviços sempre pertinho de casa. É tão comum ter tudo isso ao nosso alcance que nem percebemos como os pequenos negócios fazem parte da nossa história, tornando o nosso dia mais simples.

3. As empresas locais conhecem seus clientes – Ambos, proprietários e funcionários dessas empresas, geralmente são pessoas relacionadas com a vizinhança. Alguns deles estão no local há várias gerações. As pessoas se conhecem e se cumprimentam. Estão por perto para qualquer emergência e se encontram todos os dias em outros lugares da cidade.

4. O dono te conhece – O dono dos pequenos negócios conhece os hábitos de consumo dos seus clientes e tem como oferecer um serviço personalizado. A confiança e atenção pessoal são outros benefícios oferecidos pela empresa de pequeno porte. Atrás do balcão, encontramos um verdadeiro especialista que aconselha e assessora, sem nenhuma pressa, e cujo conhecimento e atenção acrescentam um valor para o simples ato de comprar. Esta mesma política de exclusividade também significa que, na maioria dos casos, o serviço pós-venda também é impecável: os comerciantes sabem que o bom atendimento faz com que os clientes fiquem ansiosos para voltar. Lojas de confecções ligam para os seus clientes habituais informando que chegaram novos produtos do seu gosto.

5. É melhor para negociar – Como o preço é um fator determinante (ainda mais nos dias de hoje) na decisão de compra, você deve levar em conta outros fatores que produzem valor e estar ciente quanto aos mitos e realidades sobre os pequenos comércios. Obviamente, uma loja de conveniência não pode competir em igualdade de condições frente a uma loja de departamento e oferecer grandes descontos em determinados produtos, mas pode aplicar estratégias diferentes para se tornar mais competitiva. Além disso, comprando as ofertas em uma pequena loja, em muitos casos, você ganha uma série de vantagens que são impensáveis em alguns grandes negócios, como por exemplo: conforto e proximidade, um serviço muito mais personalizado, uma forma exclusiva de negociar ou mesmo a garantia de certos “exclusivos” e “originalidades” em alguns setores. Além de estar contribuindo para a prosperidade econômica de ambiente local.

6. É melhor para obter crédito – Quanto maior sua proximidade com o proprietário do pequeno negócio, maiores as chances de o crédito ser concedido sem nenhuma burocracia. O financiamento tanto pode ser feito diretamente pelo estabelecimento, por meio de cheques pré-datados ou condição especial no pagamento com cartão de crédito. Como vendas condicionais, onde o cliente leva vários produtos para experimentar em casa e depois decide qual é melhor para fechar a compra.

7. E achar o produto certo – Quando não tem, fica mais fácil pedir para trazer. O pequeno comércio se ajusta de forma mais rápida ao consumidor, principalmente quando o cliente não encontra o produto, fica mais fácil encomendar ao proprietário para que traga o produto em falta. Quando o assunto é preço, por conhecer a clientela local, traz produtos mais adequados ao que se pode pagar.

8. Está na sua comunidade – Na crise econômica, comprar em empresas locais fortalece a cidade e a região, pois o dinheiro que é investido em lojas locais continua a circular, contribuindo de forma imediata para a prosperidade da região. A maioria dos empreendedores que residem na cidade reinvestem seus lucros na própria cidade, ao contrário das grandes empresas que remetem seus lucros paras as suas matrizes localizadas nos grandes centros. Os comerciantes locais são os maiores patrocinadores dos eventos da comunidade.

9. Seu dinheiro movimenta a economia local – O dinheiro gasto em lojas locais circula 3 vezes na região antes de desaparecer no conjunto da economia. Esse benefício é redistribuído para indivíduos e famílias nas proximidades e gera mais empregos. O nosso estado de bem estar e qualidade de vida crescerá substancialmente para permitir que o consumidor veja que estará investindo em si mesmo.

10. Gera mais emprego – Os pequenos negócios geram 52% dos empregos formais. São mais de 10 milhões de micro e pequenas empresas em todo o Brasil, além de 5,2 milhões de microempreendedores individuais e 4,2 milhões de produtores rurais. Juntos, são eles que mais geram empregos no Brasil. Isso faz muita diferença para milhões de trabalhadores que tiveram o primeiro emprego em um pequeno negócio e para milhões de brasileiros que sustentam suas famílias a partir do trabalho em uma pequena empresa.

11. Resolução de problemas de forma mais ágil – Até nos momentos em que surgem problemas, quando produtos apresentam defeitos, é mais fácil se você resolver direto com o proprietário. Quando você tem alguma dificuldade financeira e precisar renegociar suas parcelas, é muito mais fácil tratar com o proprietário.

12. O negócio local também pode ser seu cliente – Todos os benefícios do consumo local são ainda maiores se você já é ou pretende ser um empreendedor, pois os proprietários e funcionários dos outros negócios podem se tornar seus clientes e, pela relação de confiança, podem dar dicas e auxiliar no desenvolvimento do seu empreendimento. É difícil imaginar o proprietário de uma grande rede entrando pessoalmente no seu estabelecimento para negociar contigo.

13. As pequenas empresas desenvolvem a comunidade - Pequenos negócios valorizados movimentam o comércio local e promovem o desenvolvimento social. Ao comprar da pequena empresa, o consumidor ajuda os pequenos negócios a se fortalecerem. Isso estimula a empresa a inovar, a melhorar o seu desempenho, a diversificar a oferta de produtos e serviços, a atender melhor o cliente. Se você opta comprar fora da cidade porque não se sentiu satisfeito com o fornecedor local, você está contribuindo para piorar ainda mais esta situação. Pela proximidade, você pode sugerir melhorias para o proprietário e continuar comprando dele.

14. Se livrar do peso na consciência – Sempre que comprar em outra localidade um produto que poderia ter adquirido em sua cidade, o consumidor pode lembrar que aquele dinheiro investido poderia estar a ajudando a gerar oportunidades de trabalho e geração de renda para os seus parentes e amigos. Desta forma, é interessante pensar que pequenas diferenças de preços podem ser consideradas como investimento nos empregos dos seus amigos e parentes.

15. Você pode ganhar prêmios – Quanto mais você comprar da sua cidade, você estará contribuindo para os empresários fazerem campanhas ainda maiores com distribuição de prêmios, que você pode ser o ganhador.

16. Aumenta a arrecadação de impostos do município – Os impostos gerados na sua compra ficam na cidade onde você fechou negócio, portanto, comprar nos comércios locais é contribuir para os investimentos da Prefeitura da sua cidade.

17. O consumidor tem o poder de escolha – Eleger o pequeno negócio na hora da compra ajuda a fortalecer esses segmentos e impulsiona a economia. Portanto, a sua decisão de comprar dos pequenos negócios é um ato que pode transformar o país: ganha o pequeno negócio, ganha o consumidor, ganha o cidadão, ganha o Brasil. Comprar do pequeno negócio é um grande negócio para todos.

Lembre-se que ao comprar das empresas locais você contribui para:

- Maior distribuição de renda e riquezas.

- Crescimento da economia local.

- Mais investimentos nas pessoas.

- Mais investimentos nos indivíduos que reinvestem no próprio local.

- Mais empregos e aperfeiçoamento da mão de obra local.

- Conforto e pessoalidade no momento da compra.

- Mais qualidade dos produtos.


Fontes consultadas para este artigo:
https://endeavor.org.br
http://www.sebrae.com.br/



Nenhum comentário:

Postar um comentário